Vantagens e Desvantagens do Ar Condicionado

Actualmente já não se questiona a utilidade de um bom sistema de ar condicionado, mas tendo em conta a situação para a qual o país foi arrastado há que ter um grande controlo do orçamento mensal, logo, qualquer passo a dar tem de ser cautelosamente estudado se não se quiserem enfrentar surpresas indesejadas.O melhor caminho para descobrir a necessidade de algo num determinado período é, tal como para determinar se uma certa atitude será ou não a melhor, colocar a balança dos prós e contras a funcionar. Não existe forma mais adequada de saber o caminho a tomar, mesmo nas decisões de maior complexidade. Por isso, deixamos em seguida algumas das vantagens e desvantagens do ar condicionado para que possa escolher ou não um destes sistemas consoante a deliberação que extrair da sua leitura.

Porém, antes de avançar tem de se frisar que os aspectos referidos partem de factos reais e não são uma opinião com segundas intenções. Apoiados em estudos científicos e/ou verdades adquiridas pelos anos de experiência da indústria em causa, reflectem, assim, o que os sustenta, estando longe de ser juízos meramente apoiados no senso comum.

Vantagens do ar condicionado

  • O conforto que um ar condicionado proporciona é evidente, pois dá ao utilizador o poder de conservar o espaço em que se encontra à temperatura desejada em qualquer altura do dia ao longo de todo o ano. Esse domínio proporciona-lhe a hipótese de obter o ambiente desejado, o que se traduz em satisfação e felicidade, sensações que estão na base de um bom desempenho, sendo, portanto, elementos-chave na produtividade. Há inclusive diferentes estudos científicos que afirmam existir uma relação directa entre a queda de produtividade e temperaturas do ambiente de trabalho inferiores a 22ºC ou superiores a 26ºC, motivos que justificam em boa parte a instalação dos sistemas de ar condicionado nos espaços laborais com um patronato decidido em desenvolver os seus negócios;
  • Um sistema de ar condicionado apresenta uma multiplicidade de funções, entre as quais se destacam, por razões óbvias, o regulador de temperatura, controlo de humidade e filtro de ar. Apesar de estas e outras características dependerem do sistema escolhido, nomeadamente no que concerne à sua eficiência e relação custo/benefício, a posse de uma destas opções já é uma vantagem em si, constituindo-se como um excelente argumento de venda (e compra);
  • A boa utilização de um sistema de ar condicionado, ou seja, o usufruto moderado deste, contribui bastante para o estado de saúde daqueles que se encontram em espaços fechados, pois “limpa” o ar em circulação nessas áreas, conservando a sua qualidade mesmo em superfícies de pequenas dimensões. Os eventuais riscos de poluição do ar, algo que acontece naturalmente quando não existe uma adequada circulação deste, são atenuados, evitando que a simples respiração contamine o corpo humano com agentes potencialmente fatais para o seu adequado funcionamento;
  • Na continuação do que foi mencionado na mais-valia anterior, convém sublinhar uma outra vantagem que os aspectos supra-referidos acarretam, desta vez para os próprios edifícios, o prolongamento da sua vida útil. Isto porque as construções de hoje são optimizadas com vista a diminuírem perdas de temperatura, o que se consegue com um isolamento quase total das mesmas. Contudo, tal subisolamento corta drasticamente as folgas de respiração dos edifícios, reduzindo as capacidades destes se verem livres da humidade, o que irá propiciar o surgimento de fungos, bactérias e ácaros mas acima de tudo tornar os espaços perigosos em caso de incêndio ou fugas de gás, pois a ventilação das construções já está comprometida à partida.

Desvantagens do ar condicionado

  • Embora os custos variem consoante o tipo de equipamento e utilização, o preço da energia em Portugal é o mais elevado de toda a União Europeia e um dos poucos que contraria a tendência de descida do resto da Europa. Quer isto dizer que apenas um uso responsável do ar condicionado poderá torná-lo numa boa opção, caso contrário será apenas uma má compra que no fim do mês lhe aumentará a factura energética;
  • Os especialistas não aconselham a instalação de sistemas de ar condicionado em habitações com pessoas que sofram de problemas respiratórios, pois a variação causada pela circulação artificial do ar pode ser extremamente prejudicial para a saúde daqueles. Ainda que se possa manter os equipamentos desligados na presença deles em casa existe sempre o risco de não se lembrar de o fazer, algo que poderá ser bastante prejudicial;
  • A manutenção é algo inevitável em qualquer equipamento a médio/longo prazo e os sistemas de ar condicionado, por muito bons que sejam, não estão livres disso. Há peças que se vão desgastando (como é natural) e a própria utilização determinará a vida útil do equipamento. Assim, convém fazer um usufruto moderado e ter em atenção a escolha de uma marca certificada, pois só dessa forma terá a garantia de assistência qualificada por profissionais ligados às empresas em causa ou possuidores da devida formação para corrigirem os problemas que possam afectar o sistema de ar condicionado adquirido.